Governo de São Paulo não autoriza abertura de academias e salões de beleza na quarentena

A decisão atende recomendações do Centro de Contingência do coronavírus, que considerou os riscos de contágio, visto que, o contato pessoal destas áreas é de alto risco.
Publicada em 15/05/2020 às 13:47 | Departamento de Comunicação e Imprensa
Imagem: Secretaria Municipal de Modernização e Comunicação.

O Governo de São Paulo manteve as medidas de quarentena do último decreto e os atendimentos em salões de beleza, barbearias, academias esportivas e centros de ginástica permanecem suspensos em todos os 645 municípios do estado. Nesta quinta-feira (14), será publicado um novo decreto mantendo a suspensão com base na decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) que dá autonomia a Estados e municípios em ações de isolamento social e interdição de serviços durante a pandemia.

A decisão atende recomendações do Centro de Contingência do coronavírus, formado por 15 especialistas, que estão conduzindo as decisões referente ao enfrentamento à pandemia em São Paulo, que considerou os riscos de contágio, visto que, o contato pessoal destas áreas é de alto risco.

A quarentena permanece nos 645 municípios de São Paulo até o dia 31 de maio. Permanecem autorizados a funcionar apenas serviços essenciais, como supermercados e farmácias. Além disso, é necessário intensificar as orientações de distanciamento social e respeitar as medidas referente ao uso obrigatório de máscaras de proteção facial para diminuir os riscos de contágio.


Mais notícias sobre Coronavírus
Link original: https://cajamar.sp.gov.br/noticias/2020/05/15/governo-de-sao-paulo-nao-autoriza-abertura-de-academias-e-saloes-de-beleza-na-quarentena/
Desenvolvido por CIJUN
Voltar para o topo Whatsapp