Centro Médico de Combate ao Coronavírus de Cajamar realizou mais de 10.500 atendimentos

Essa semana o Centro Médico atingiu a marca de 10.553 atendimentos. 790 pessoas já estão recuperadas
Publicada em 30/07/2020 às 15:00 | Departamento de Comunicação e Imprensa
790 pessoas estão recuperadas em Cajamar, com alta definitiva (dados referente a atualização do dia 29/07). Foto: Secretaria Municipal de Saúde.

A Prefeitura de Cajamar, por meio da Secretaria de Saúde, desde o início da pandemia realiza o acompanhamento de todas as pessoas que apresentam sintomas de Covid-19 no município, através do Centro Médico de Combate ao Coronavírus. Uma estrutura preparada com a finalidade de oferecer um atendimento diferenciado aos pacientes com suspeita da doença.

Essa semana o Centro Médico atingiu a marca de 10.553 atendimentos. O número representa todas as pessoas que apresentaram sintomas da doença e passaram por avaliação clínica desde o início de abril, incluindo as pessoas que ficaram internadas.

Dentre os pacientes atendidos até o momento, 9526 pessoas apresentaram sintomas da doença e realizaram o teste rápido e 958 confirmaram o diagnóstico de covid-19. Deste total, 790 pessoas já estão recuperadas, com alta definitiva (dados referente a atualização do dia 29/07).

Coronavírus: importância de manter a prevenção

Com a retomada gradual das atividades, a Secretaria de Saúde reforça a importância de seguir com os cuidados preventivos para impedir a propagação do vírus, principalmente os que trabalham em estabelecimentos comerciais e mantém o contato diário com várias pessoas.

É necessário cumprir os protocolos de higiene lavando frequentemente as mãos ou utilizar o álcool em gel 70% e fazer o uso correto da máscara de proteção facial. Além disso, é importante manter o distanciamento social e sair de casa somente em caso de extrema necessidade.


Mais notícias sobre CoronavírusSaúde
Link original: https://cajamar.sp.gov.br/noticias/2020/07/30/centro-medico-de-combate-ao-coronavirus-de-cajamar-realizou-mais-de-10-500-atendimentos/
Desenvolvido por CIJUN
Voltar para o topo Whatsapp