Atualização de cadernetas de vacinação se mantém dentro da rotina nas unidades

Pessoas com suspeita, confirmação de covid-19, ou que foram expostas ao vírus não devem comparecer às unidades.
Publicada em 09/12/2020 às 14:11 | Departamento de Comunicação e Imprensa
A vacina contra a poliomielite é uma vacina que protege a criança de 3 tipos diferentes do vírus que causam esta doença, conhecida popularmente como paralisia infantil. Foto: Secretaria Municipal de Modernização e Comunicação.

As Campanhas de Vacinação contra a Paralisia Infantil e Multivacinação terminaram na semana passada, mas as doses para atualização de caderneta estão sempre disponíveis para todas as idades nos postos de saúde, durante todo o ano, conforme o calendário de vacinação vigente para cada faixa etária. Quem tiver alguma dúvida deve procurar a unidade mais próxima de segunda a sexta-feira, das 7 às 15h.

Neste ano, em função da pandemia do novo coronavírus, as campanhas não alcançaram números satisfatórios. Dados preliminares da Campanha de Vacinação contra a Paralisia Infantil, por exemplo, atingiu 84,6% com um total de 863 crianças de 1 ano imunizadas até o último dia 30. A Campanha de Multivacinação, voltada para crianças e adolescentes até 14 anos, terminou com a imunização de 1.285 crianças, atingindo 49,3% do público alvo.

A vacina contra a poliomielite é uma vacina que protege a criança de 3 tipos diferentes do vírus que causam esta doença, conhecida popularmente como paralisia infantil, em que pode haver comprometimento do sistema nervoso e levar à paralisia de membros e alterações motoras na criança.

Ela também é conhecida como VIP ou VOP, e deve ser feita a partir das 6 semanas de vida e até os 5 anos de idade. No entanto, pessoas que não fizeram esta vacina podem fazer a vacinação, mesmo na idade adulta. Desta forma, a vacinação completa contra poliomielite deve estar de acordo com o seguinte esquema:

• 1ª dose: aos 2 meses através de injeção (VIP);
• 2ª dose: aos 4 meses através de injeção (VIP);
• 3ª dose: aos 6 meses através da injeção (VIP);
• 1º reforço: entre os 15 e 18 meses, que pode ser por meio da vacina oral (VOP) ou injeção (VIP);

• 2º reforço: entre os 4 e 5 anos, que pode ser por meio da vacina oral (VOP) ou injeção (VIP).

É importante lembrar que é permitido um acompanhante por criança e as salas de imunização foram organizadas para respeitar o distanciamento social e os protocolos de higienização. Pessoas com suspeita, confirmação de covid-19, ou que foram expostas ao vírus não devem comparecer às unidades.

Veja as unidades que possuem sala de vacina no município:

ESF Manoel Inácio da Silva
(Endereço: Avenida dos Juritis, 385 – Pq Paraíso)

Ubs Polvilho
(Endereço: Rua Timburi, 121 – Polvilho)

ESF Cajamar Centro
(Endereço: Avenida Professor Walter Ribas de Andrade, 554 – Centro)

UBS Jordanesia
(Endereço: Avenida Dr. Antonio João Abdalla, 850 – Jordanesia)

UBS PQ. São Roberto
(Endereço: Av. Dr. Jose Luiz Leme Maciel nº 179 – Parque São Roberto – Jordanésia)

ESF KM 43
(Endereço: Rua Bela Vista, nº 70 – Bairro São Benedito/Km 43)

ESF PONUNDUVA
(Endereço: Rua Joaquim Rodrigues Pontes nº 203 – Ponunduva)


Mais notícias sobre Saúde
Link original: https://cajamar.sp.gov.br/noticias/2020/12/09/atualizacao-de-cadernetas-de-vacinacao-se-mantem-dentro-da-rotina-nas-unidades/
Desenvolvido por CIJUN
Voltar para o topo Whatsapp